Alô, Chics!

Alerta a todos os estilistas que trabalham com roupas de festa

Alô, Chics!

A confecção mineira é conhecida e louvada pela sua mão de obra caprichada, tanto nas costuras como nos bordados, o que dá a ela uma imagem imbatível no quesito moda festa. Mas se as roupas são bem feitas e os bordados cada vez mais elaborados, o mesmo não se pode dizer da criatividade.

Rodando os corredores do Minas Trend e conversando pessoalmente com os lojistas de todo o Brasil que ali vão comprar sua moda para eventos festivos, ouvi queixas repetidas que podem ser resumidas em poucas palavras: “nossos clientes não aguentam mais rendas, nem tule bordado”.

De fato. Nem sei há quantas estações as confecções especializadas neste tipo de moda estão oferecendo os mesmos modelões sem se dar conta de que o segmento está avido de novidades, especialmente agora que o assunto festa anda oferecendo, a quem tiver os olhos atentos, tantas novas oportunidades.

Quais são elas? País em crise ou não, nuca se viu tanta formatura, tanto casamento, tanto tapete vermelho. Porque não segmentar uma coleção em blocos de moda diversificados para atender a essas novas demandas?

Só para dar um exemplo, eu, se tivesse uma confecção dessas, lançaria uma coleção chamada “Casamentos”, dividida em blocos temáticos com roupas para madrinhas, irmãs de noivas e convidadas em geral:

a. Casamento na praia – com vestidos longos e leves, lisos ou estampados
b. Casamento no campo – com vestidos mídi e floridos com sugestão de chapéus
c. Casamento no cartório – curtos com sugestões de minibuquês
d. Casamento no final da tarde – modelões mais tradicionais de longos com brilhos e uma linda cartela de cores pastel.

Seria uma maneira de variar as ofertas, dar um tratamento de moda diferente para cada uma destas situações e de inovar no marketing da marca.

O esforço obrigaria os estilistas a ampliar a oferta de produtos usando cores, tecidos e formas diferenciados e assim atiçar novamente a clientela que anda, com razão, desestimulada e arisca.

/system/signatures/2/original/assinatura-gloria-kalil.gif