Alô, Chics!

Isabella Blow e Alexander McQueen

Dois amigos e dois destinos finais parecidos: Isabella Blow e Alexander McQueen. Pessoas criativas, inquietas, poéticas.

Isabella descobriu Alexander em uma de suas incursões atrás de novos talentos para a moda inglesa quando trabalhava na Vogue britânica. Eu a conheci em 2000, quando ela esteve em São Paulo, a convite do Morumbi Fashion. Nesta ocasião fui convidada para ser mediadora de um debate dela com o publico e a imprensa. Almoçamos juntas antes do encontro e ela me falou longamente de McQueen, seu protegido e sua grande descoberta. “Era um garoto do povo, filho de gente muito pobre. Era totalmente rústico quando o conheci. Mal tomava banho e nem tinha muito o que vestir. Era um diamante bruto”.

Isabella foi ensinando o jovem designer a se movimentar com mais desenvoltura pelo sofisticado mundo da moda e tornaram-se muito amigos. Quando ela se matou, em 2007, Alexander ficou devastado. Três anos depois, ele é encontrado morto em seu apartamento em Londres. Duas pessoas que tiveram o privilégio de se conhecer, se acompanhar e que terminaram a vida do mesmo modo. A moda ficou mais pobre sem eles.


 

Gloria Kalil

Enviar por E-mail

Notícias Relacionadas

Deixe seu comentário

Enviar por E-mail