Alô, Chics!

O poder do bordado

Alô, Chics!

Olhem só a foto deste robe/mantô muito especial que comprei da Cris Barros há algumas estações: um modelo bem clássico de roupão, cujo charme absoluto se revela nas costas onde se vê um incrível bordado em ponto haste.

Sempre me pergunto porquê os estilistas brasileiros (e, aliás, os estrangeiros também) não usam mais esse recurso tão simples, mas que transformam uma roupa comum numa peça única e cheia de personalidade. É só bolar um desenho bem criativo, colocar numa manga, num ombro, que você terá na hora uma peça customizada.

E olhe que aqui no Brasil o que não falta são bordadeira excepcionais. Quer conhecer algumas das melhores? Vá ver a linda exposição que está acontecendo no A Casa - Museu do objeto brasileiro (na Av. Pedroso de Morais, 1216, bem em frente ao Instituto Tomie Ohtake).

Todo tipo de bordado, todos os pontos, toda a imaginação para compor os desenhos mais loucos e criativos que se possa imaginar e que deixariam qualquer coleção enriquecida, diferente e absolutamente original.




Que italianos e franceses não se utilizem desse recurso porque o preço das roupas ficaria estratosférico, dá para entender.

Mas aqui no Brasil, com essa enorme oferta de mão de obra, e com preços completamente razoáveis... é uma pena e uma marcada e tanto dos nossos estilistas, tão precisados de se fazer notar e comprar.

Não percam essa exposição. É uma beleza!

/system/signatures/2/original/assinatura-gloria-kalil.gif