Beleza

Creme com veneno de cobra que é sucesso entre as atrizes hollywoodianas ganha versão brasileira

Sucesso entre celebridades como Victoria Beckham, Kate Moss e Angelina Jolie, o creme de veneno de cobra produzido pela britânica Rodial ganha versão nacional.

Lançada pela brasileira Adcos, produtos da linha Gradual Complex 2 também fazem uso da Syn-ake: substância sintética que reproduz os efeitos provocada pelo veneno da serpente (que, ao inibir a contração muscular, paralisa a musculatura). A  promessa: com a paralização muscular localizada, melhorar melhorar o aspecto geral das marcas de expressão.

“É uma alternativa tópica que, se usada diariamente, paralisa parcialmente a musculatura, reduzindo as rugas faciais”, explica Karoline Pellaconi, farmacêutica da Adcos especialista em cosmetologia. Apesar da repercussão na mídia, o efeito botox like, como ficou conhecido o tratamento, não é unanimidade entre os dermatologistas brasileiros, como explica a dermatologista Patricia Rittes:

“A pele é uma proteção que tem um limite de penetração. Cremes atuam em sua superfície, na textura e brilho. Mas não atingem a musculatura como faz a agulha, nem a circulação sanguínea, caso do veneno de cobra”.  Afirmação que Karoline rebate: “por mais que tenhamos uma barreira na pele, estudos mostram que o ativo Syn-ake tem permeação”.

Interessou? Os produtos da empresa brasileira são comercializados com preços variam entre R$ 118 e R$ 160.

Adcos
www.adcos.com.br

Enviar por E-mail

Notícias Relacionadas

Deixe seu comentário

Enviar por E-mail