Boa Vida

Evite micos à mesa; Gloria tira suas dúvidas sobre situações embaraçosas em restaurantes e jantares entre amigos

Ser convidado para jantar na casa de amigos, para um restaurante com o namorado ou para uma pizza com a turma são programas que só deveriam nos deixar animados e relaxados. Mas nenhum deles nos livra de situações que podem nos fazer pagar um tremendo de um mico.

Aqui respondemos algumas perguntas de leitores que querem evitar situações embaraçosas numa destas ocasiões em que nos encontramos sentados à mesa.

Tenho um amigo que come de boca aberta, como adverti-lo do mal estar que causa nos outros? - Raphael,via Twitter do Chic
Taí um problema impossível de resolver. Existem alguns toques que são muito difíceis de dar sem que o outro se sinta bombardeado e ofendido. O mesmo também vale para mau hálito, mau cheiro, roupas inadequadas... São assuntos que mexem com a identidade e a intimidade da outra pessoa. Meu conselho é que você não se meta a tentar ajudar, a menos que seja a mãe desta pessoa!

Por isso, existem apenas duas opções para quem se sentar diante de alguém que estiver comendo de boca aberta: ou você assume o risco de comentar e depois ter de lidar com um rancor eterno; ou você simplesmente olha para o lado e, na próxima vez, escolhe outro lugar para se sentar.

O que fazer com o caroço da azeitona? E com os da fruta do conde? - Nayara e Greta, via Twitter do Chic
Azeitona: pegue com os dedos e devolva ao prato ou ao pratinho de pão. Faça isso com a maior tranquilidade; é muito mais simples do que tentar equilibrá-lo num garfo. O mesmo vale para a espinha de peixe.

Fruta do conde: provavelmente você estará usando uma colher para comer a fruta, portanto aproveite o mesmo talher para levar os caroços ao prato (vários a cada colherada, e não um por vez!).

É falta de educação comer asa de frango com as mãos?  - Ana, pelo e-mail do Chic
Muita gente passa por um sufoco quando se vê diante de pratos difíceis de serem comidos com a ajuda de talheres – como uma simples asa de frango, por exemplo. Nem sofra com isso, pois há pratos que, não só podem, como devem, ser atacados com as mãos. Asa de frango é um deles.

O mesmo vale também para codorna, espiga de milho, costeletinha de porco, caldeirada de marisco... É claro que nenhuma dessas delícias é servida em jantares de cerimônia justamente para poupar os convidados de uma refeição com toques selvagens! Reserve comidinhas como essas para degustações entre amigos.

Se você estiver na sua casa, coloque um pequeno recipiente com água quente e limão à frente de cada lugar. Assim seus convidados poderão lavar as mãos sem precisar levantar da mesa.

Fui convidado para jantar na casa de amigos. Quando a comida chegou, fiquei paralisado, pois não havia no menu nada que eu gostasse. O que fazer? - Margarita, via Facebook do Chic
Fique impassível. Não é preciso chamar a atenção dos outros para a situação, nem explicar porque é contra aquele tipo de alimentação. Sirva-se com a maior naturalidade dos acompanhamentos: arroz, batata, salada... E deixe de lado aquilo que você não gosta pra não sobrar no prato.

Qual a maneira correta de segurar os talheres? - Patrícia, via Twitter do Chic
O garfo na mão esquerda e a faca na mão direita. Só criança acha difícil segurar o garfo com a mão esquerda. Treinando um pouco qualquer um consegue comer deste modo civilizado e prático que evita o troca-troca de talheres.

Para se exercitar, assista a Uma Linda Mulher antes de sair para jantar. No filme, a personagem de Julia Roberts tem uma boa aula de talheres no restaurante do hotel.

Se a dúvida for com a ordem do uso dos diversos talheres arrumados à sua frente, saiba que eles estão colocados na ordem certa dos pratos que serão servidos; por isso, vá usando de fora para dentro. Primeiro as entradas, depois a salada e por último os pratos principais.

Para enviar a sua pergunta, entre em contato via Twitter (@sitechic), Facebook, pelo e-mail do Chic ou aqui no site, na seção de Comentários.

Enviar por E-mail

Deixe seu comentário

Enviar por E-mail