Casamento

Quantos bem-casados levar? Posso deixar de ser madrinha? E o buquê? Gloria Kalil responde dez dúvidas sobre casamentos

1. Quantos bem-casados eu posso levar quando vou embora da festa?
Olha, não fica nada bem você encher todos os bolsos, as bolsas da mãe e da sogra com os docinhos. Leve quatro, está mais do que bom.

2. Como se comportar diante do buquê? Um pouco de histeria é permitido?
A hora do buquê já é uma brincadeira, bastante carregada de histeria. De modo que não há necessidades de gritinhos extras ou se atirar no chão - muito menos dar cotoveladas na tia para pegar o dito-cujo. Se duas agarrarem o prêmio, nada de brigas: tentem um civilizado par-ou-ímpar!

3. Minha sogra quer contratar três cinegrafistas e cinco fotógrafos. Como fazer para que eles não tenham mais espaço do que os convidados?
Antes de tudo, tente convencê-la de que um de cada já dá conta perfeitamente da situação. Depois, conversem bem. Eles são de fato invasivos e um tanto folgados, pois estão lá para tirar o maior número de cenas possível. Mas têm que lembrar que a vedete da situação é a cerimônia em si, que deve ser extremamente respeitada.

4. Os noivos são obrigados a fazer a ronda e cumprimentar todos os convidados?
Olha, é simpático que eles façam a ronda das mesas, onde costumam ficar os parentes e os convidados mais velhos. Não é um trabalho tão difícil, nem há necessidade de dar beijos em cada um ou bater longos papos: basta um alô geral, para agradecer a presença. Do mesmo modo, não precisa correr atrás de todo mundo que está dançando pela festa.

5. Não quero comprar um pedaço da gravata do noivo, como fugir do constrangimento?
Não seja chato. É um costume meio bobo, mas quando está em Roma, faça como os romanos. O que custa entrar na brincadeira? E se foi pego sem dinheiro no bolso, faça uma piada e mostre a carteira só com os cartões!

6. Posso levar um pouco de arroz para jogar na noiva por conta própria?
Pode, desde que você não seja o único, ou vai ficar com cara de agressão à noiva! Use o da cerimônia para não pagar o mico de passar a noite com um saco de arroz no bolso.

7. Eu e meu noivo não conseguimos decidir quem serão os padrinhos, qual o limite de casais que podem subir ao altar?
Não há um número fixo, nem regras. Mas lembre-se que nem o Príncipe William e Kate Middleton não tiveram mais do que dois ou três casais. Não é bonito um altar repleto de gente se apertando e roubando a atenção da noiva. Sejam razoáveis: além dos pais, três casais de cada lado está mais do que bom.

8. Aceitei um convite para ser madrinha, mas quero voltar atrás. Como fazer isso sem parecer desfeita?
Agora você tem um problema. A menos que você invente uma razão muito inesperada, como "preciso fazer uma viagem para fora do país", não tem como sair dessa. Especialmente se o casamento já está próximo e a noiva estiver contando com você.

9. Vou ser madrinha e a noiva disse que podemos escolher a cor dos nossos vestidos. Quero usar um look de onça, posso?
Você pode escolher a cor que quiser, menos preto, branco e... onça. As onças são estampas de identificação com uma coisa mais sexy, então soa inadequado demais para uma festa religiosa. Não combina.

10. Virou "obrigação" dar chinelos de plástico às convidadas nas festas. É feio não oferecer?
Não, de modo algum. A prática se tornou comum pois hoje em dia os casamentos viraram baladas e as mulheres, em geral, vão com saltos muito altos e ganham o alívio do chinelo baixo. Mas não se sinta obrigada a incluir o "brinde" no cerimonial.

Enviar por E-mail

Notícias Relacionadas