Casamento

Tudo o que você precisa saber para organizar um miniwedding, em oito tópicos

O miniwedding (minicasamento, na tradução) surgiu como uma opção mais intimista de cerimônia, que conta com no máximo cem convidados. A recepção para poucas pessoas é muito comum na Europa e cada vez mais no Brasil. Assim como a ocasião, que costuma ser fora da cidade, seja no campo ou mesmo na praia, o vestido e a maquiagem tendem a ser menos elaborados. Um time de especialistas dos ramos da moda, beleza e casamento deu dicas preciosas para planejar um miniwedding. Anote:

1. BUQUÊ
Segundo a florista Jô Campos, da Ideia Única, assim como o evento o volume do buquê costuma ser menor em um miniwedding. Um conselho que vale para qualquer ocasião, mini ou máxi: buscar referência nas flores brasileiras e da época ajuda a montar um buque natural.

2. SAPATO


(foto: Luiza Ferraz)

Como nem sempre o chão é plano em casamentos na praia ou no campo, o mais indicado para quem não quer abrir mão do salto é optar por um modelo quadrado, como sugere a estilista de noivas Lethicia Bronstein. Cabe aos noivos providenciar uma cobertura do chão ou orientar as convidadas a não irem de salto fino.

3. VESTIDO
Se o casamento for fora do país o estilista Junior Santaella sugere escolher um tecido para o vestido que não amarrote tanto, assim fica mais fácil de despachar. Por outro lado, Lethicia não aconselha despachar o vestido no bagageiro: "vai que extravia".

Para ela o melhor é estender o vestido de noiva no compartimento interno da cabine e pedir para os demais passageiros não colocarem nada em cima. “Todo mundo compreende quando se trata de um vestido de noiva.”

4. PRECAUÇÃO
Leve um kit de ‘primeiros socorros’ para o vestido, caso alguma coisa aconteça. “Um pedaço de renda, zíper, linha, agulha”, sugere Lethicia, que também aconselha a pedir para alguém que entenda pelo menos um pouco de costura te acompanhar na última prova do vestido - assim, qualquer imprevisto, você tem um par de mãos extras no remendo.

5. MAQUIAGEM
Segundo a maquiadora Paola Vale, da BareMinerals, casamentos durante o dia e em ambientes menos formais, como na praia ou no campo, exigem mais naturalidade e ao mesmo tempo produtos resistentes. A ideia é trabalhar a textura da pele e respeitar a luminosidade natural.

A maquiadora alerta: brilho é diferente de luminosidade. “Brilho a gente controla, já a luminosidade nos pontos certos favorece” Paola também sugere o batom lavanda como opção para variar o rosinha.

6. NA HORA DE ESCOLHER O MAKE


(foto: Luiza Ferraz)

Patricia Lamastra, da Agência First, de maquiadores e cabeleireiros, sugere não ir atrás de tendências na hora de escolher a maquiagem, assim evita de ficar datada. “Me casei nos anos 1980 com um vestido de manga Lady Di, batom vermelho, meia e scarpins brancos. Não consigo nem olhar para o meu álbum de casamento", conta.

7. NO CABELO
Junior Santaella sugere trocar as joias por flores naturais ou de madrepérola para enfeitar os cabelos. Pente com carinha antiga também acompanha bem o penteado, que não deve ser superelaborado nessa ocasião. Para Lethicia, o pente vai bem em qualquer casamento.

8. SALÃO DE BELEZA
Se não puder levar um profissional de sua confiança para a outra cidade é importante fazer uma visita antes da cerimônia e testar os salões. Assim, também pode indicar o endereço para as convidadas. Tirar uma foto do cabelo e da maquiagem ajuda a garantir que nada vai sair diferente no grande dia. 

(TEXTO: MIRELLA MENTONE)

Enviar por E-mail

Notícias Relacionadas