Como Usar

Bebê tem traje certo para usar no batizado? Veja o que funciona melhor para a criança - e você - na cerimônia

No domingo (05.07), a princesa Charlotte Elizabeth Diana, filha de Kate Middleton e do príncipe William será batizada em Norfolk, na Inglaterra. E, como segue a tradição, veremos a bebê usando um mandrião - peça que lembra um vestido e é supertradicional.

Em 2013, quando o Príncipe George foi batizado, o primogênito do casal vestiu uma versão creme do traje, réplica do traje de batismo da princesa Victoria, primeira filha da rainha Victoria, usado em 1841.

+ GLORIA KALIL COMENTA O QUE VESTIR EM UM BATIZADO


Mandrião no batizado do príncipe Charles, em 1948, e no de príncipe William, em 1982

Mas e os bebês que não fazem parte da realeza, precisam seguir o mesmo padrão? Segundo o frei Alvaci Mendes da Luz, do Santuário São Francisco de Assis, não é obrigatório. “O mandrião é uma tradição, passa por gerações da família, mas a criança não precisa usar um para ser batizada”, esclarece.

EXISTE UM TRAJE OBRIGATÓRIO PARA O BEBÊ?

"Na igreja pedimos que a criança use uma roupa branca, que representa a pureza”, explica o frei. A partir daí as mães ficam livres para escolher qualquer peça para os filhos usarem na cerimônia. Quem quiser muito um mandrião, mas não tiver o de família, pode comprar a peça em lojas de roupas infantis.


Os trigêmeos de Isabella Fiorentino, Lorenzo, Nicholas e Bernardo usaram a tradicional roupinha no batizado

BOTÕES MÁGICOS
Como conselho para a roupa da criança, é ideal que as blusinhas tenham botões na frente. A razão é para facilitar uma parte importante do batismo, onde o padre faz, no início e final da cerimônia, um sinal da cruz no peito do bebê, para passar óleo. Vamos combinar que não é prático ficar tirando ou levantando a roupinha do bebê nessa hora, certo?


Antonio, filho de Lu Tranchesi e  Lair Pasetti, usou camisa e bermudas brancas no batismo


Vestido fofo foi a opção da atriz Nívea Stelmann para a filha Bruna usar no batizado 

O QUE MÃE E MADRINHA USAM?


As mães não precisam usar um look combinando com a roupa da criança. “Mães e madrinhas devem, preferencialmente, optar por tons claros", ressalta Christina Lips, produtora e decoradora de Eventos. "E nada muito decotado, curto ou transparente. Afinal, a cerimônia será dentro de uma igreja”.
 

Enviar por E-mail

Deixe seu comentário

Enviar por E-mail

Celebridades plus size mostram suas opções de moda festa e Gloria Kalil indica o que mais favorece

É quase unânime: toda mulher sempre busca disfarçar qualquer excesso a mais que uma roupa possa acenturar. Na moda festa, a busca é ainda maior para destacar os melhores atributos do corpo e se manter linda com seu vestido favorito.

+ VEJA CAMPANHAS DE MODA COM MODELOS REAIS

As dúvidas mais frequentes que recebemos vem do público plus size, que adora suas curvas mas não quer marcá-las de maneira errada. Pensando nisso, reunimos algumas das principais celebs GG para Gloria Kalil avaliar o que é bom investir e o que é melhor evitar quando se trata do look noite. São elas:

ADELE

Invista:
 

Como sempre, o preto é um ótimo aliado na hora de diminuir medidas. "A Adele costuma optar pelo preto, no que faz ela muito bem porque é o que mais disfarça. Os exemplos mostram como o preto, de fato, é o que mais valoriza - e isso não só para quem é plus size, mas para a maioria dos biótipos", diz Gloria.

Evite:

Os curtos são os maiores inimigos, mas ainda sim tem salvação. "Vestidos curtos e rodados deixam qualquer volume mais evidente e acentuam os formatos grandes do corpo. O da esquerda é rodado desde de cima e estampado, o que deu um efeito abajur. Já o da direita está melhor, pois tem um fundo escuro que disfarça um pouco e não tem tanto pano na altura do quadril. Se resolver encarar um vestido curto, prefira os com fundo escuro e com uma saia que não faça tanto volume desde a cintura".

AMBER RILEY

Invista:

Mais uma vez os tons escuros comprovam sua eficácia. "O caso dela é um pouco que a mesma coisa, o preto longo dá uma disfarçada e os longos, em geral, funcionam melhor que os curtos - que deixam evidentes partes como perna. O terceiro, apesar do brilho, o tom escuro dá uma ideia de silhueta menor".

Evite:

É bom ficar atenta a certas modelagens e cores. "O primeiro é um vestido drapeado, colado no corpo e com jersey, que evidencia demais as formas. O vermelho ajuda a aumentar, chamando a atenção para o volume, e o branco é o máximo do aumenta volume. Toda vez que você quer aumentar um cômodo na sua casa, você pinta ele de branco e toda vez que quer diminuir, pinta de escuro. Com as roupas é a mesma coisa".

PRETA GIL

Invista:

Preta conhece bem o que melhor lhe favorece. "Ela escolheu vestidos sempre mais escuros, com mangas e belos decotes - que dá uma arejada porque ela tem seios grandes e bonitos. Então ela areja bastante no decote e faz isso muito bem. E lembrando; os longos sempre vestem melhor".

Evite:

Os curtos sempre chamam a atenção para áreas que aumentam. "Veja como o curto evidencia mais. É a mesma conversa para todas".

QUEEN LATIFAH

Invista:

A atriz mostra que toda regra, tem sua excessão. "Além de tudo, ela é alta (tem 1m78), é um mulherão. Ela varia muito seu peso, então em algumas situações ela está de branco, mas fica bem porque está com as formas mais controladas, dependendo da fase. O curto ela escolheu muito bem, é de comprimento midi e ainda tem um desenho de silhueta na peça - esse recorte lateral esculpindo ajuda muito. Se você quer aderir ao curto, lembre-se que ele precisa ser mídi ou parar na altura da canela (a não ser que as suas sejam muito grossas)".

Evite:

O deslize de Queen Latifah está em chamar a atenção para pontos do corpo com mais volume. "Ela tem a vantagem de ser alta, o que distribui melhor as medidas - mas também a torna um acontecimento quando adentra qualquer sala. Nas fases que ela está mais cheia, ela aposta em roupas que criam mais volume - o que não favorece e aumenta as medidas".

Enviar por E-mail

Deixe seu comentário

Enviar por E-mail

Horizontais vs verticais: os prós e contras da posição das listras com comentários de Gloria Kalil

Assim como as camisas brancas e o pretinho básico, as listras integram a lista de itens essenciais no guarda-roupa casual. As peças listradas seguem como curinga e continuam despertando a dúvida principal quando se fala delas: sua posição pode aumentar ou diminuir a silhueta?

+ GLORIA KALIL COMENTA OS MELHORES JEITOS DE USAR LISTRAS

"Horizontal ou vertical, só depende daquela boa olhada na frente do espelho para ver qual veste melhor. Não faz muita diferença como as pessoas costumam dizer. Listras são um clássico", esclarece Gloria Kalil. Veja um comparativo de celebs com opções de peças horizontais e verticais e compare qual combina mais com seu biótipo:

Olivia Palermo optou por casaquinhos que provam que a posição das listras não influencia em certos casos. Uma boa tática feita por ela foi inverter as cores: as horizontais aparecem brancas com fundo preto enquanto as verticais aparecem pretas com fundo branco. Isso causa uma ilusão de diminuição no caso do fundo escuro.

Rosie Huntington-Whiteley com opções decisivas: no top e na calça. "Se usar listras embaixo, pode gerar um aumento que não se mostra quando são usadas em cima com uma calça preta, por exemplo", indica Gloria.

Gwen Stefani reforça o conselho, mostrando que o top suporta com mais graça na parte de cima do look. Para combinar, o uso é livre. "Elas vão bem com estampas, se misturam bem a bolinhas, a qualquer utro grafismo e evidentemente que com qualquer liso".

 

Emma Stone mostra que mix de padronagens fica harmonioso e dá uma cara mais moderna. A atriz escolheu usar tanto as veticais quanto as horizontais na parte de cima e repare que ela quebra o foco das listras com misturas de estampas ou peças como blazer.

Kendal Jenner escolheu calça legging para suas listras horizontais e para as verticais, apostou no look total - ambas as propostas ficaram bem para o tipo de corpo da modelo.

Rita Ora fez a ideia reversa e preferiu as horizontais bem espaçadas no look total, o que gerou proporções não muito harmônicas. Mas isso não é necessariamente ruim, tudo depende da proposta que você quer passar. "Ela pode ser uma coisa esportiva, chic, engraçada, pode ser super clássica e também 'modernosa'".

Rachel McAdams também foi traída pelas listras horizontas e a saia criou um volume a mais na parte de baixo. "Quando é em cima, fica mais estreitinho".

Como dissemos no início, tudo depende mesmo daquela olhadinha no espelho para que você se sinta segura e confortável com o visual. As vezes até uma calça preta pode não ser sua melhor aliada, como no caso de Selena Gomez. Mas o importante mesmo é você se sentir bem com o que gosta de vestir.

Enviar por E-mail

Deixe seu comentário

Enviar por E-mail

Para se inspirar: Gloria Kalil comenta a moda das franjas nas roupas e acessórios

O movimento das franjas está em alta. Não é só nos cabelos que elas se fazem presente e em 2015, as roupas e acessórios andam se aproveitando da graça que elas oferecem. Já te mostramos que as celebs saíram na frente no uso das franjas e agora, separamos algumas opções para você se inspirar.

+ GLORIA KALIL INDICA O MELHOR JEITO PARA ADERIR AS FRANJAS

"Se você gosta de franjas, aproveite e mergulhe porque tem todas as possibilidades: nos acessórios, nas roupas, nos calçados. Aqui vai um painel de possibilidades para usar as franjas", diz Gloria Kalil

1. JAQUETAS/BLAZERS

  

Com pegada cowboy, as jaquetas oferecem diversas possibilidades de tecidos. Da camurça ao jeans, elas combinam com qualquer acompanhante. "É uma coisa que está super na moda. Mergulhe nas franjas e escolha a sua possibilidade porque todas funcionam. Não tem um como usar, é mais para se inspirar. Se joga!", afirma Gloria.

2. SAIAS

Estas são a novidade mais fresh e também contam com materiais variados - como couro, um dos favoritos. O que pode cuidado é o volume que as franjas podem causar. Prefira peças lisas e leves para combinar e olhe sempre no expelho para chegar qualquer excesso. "As franjas são incontroláveis, mexem mesmo e são tão volumosas como as plumas. Experimente para ver se caem bem com outras peças, como ficam em movimento e confira se elas não engordam demais a silhueta", alerta.

3. ACESSÓRIOS

Para quem quer começar de leve, xales e escharpes são uma boa pedida, pois podem ser removidos a hora que quiser - e podem formar os mais diferentes estilos, do boho ao chic. Além disso, as bolsas são mais uma opção para trazer a franja como detalhe.

4. CALÇADOS

Botas e sandálias também são uma opção divertida e agitam ainda mais o movimento das franjas ao caminhar.

Enviar por E-mail

Deixe seu comentário

Enviar por E-mail

Gloria Kalil indica o certo e errado na hora de usar a jaqueta de couro, peça clássica do guarda-roupa de inverno

A jaqueta de couro começa a dar ainda mais as caras com as baixas temperaturas se aproximando. Pensando nisso, Gloria Kalil dá o guia para não errar na hora de desfilar com a sua. 

+ GLORIA KALIL ENSINA COMO USAR COURO DE FORMA ATUALIZADA EM 5 PASSOS

"Jaqueta de couro é um investimento, porque você vai usar durante muitos anos. Ela nunca sai de moda, sempre volta e é uma coisa que funciona tanto no inverno quanto no verão. Nada melhor para o frio que uma jaqueta de couro, pois corta o vento e é um clássico. Pode ser perfecto ou uma mais simples de ziper: pode usar de manhã de tarde e de noite. Não tem hora pra usar, dá um toque moderno e mais jovem na roupa"

"Aqui está bem usada. É uma jaqueta que não é curtinha na cintura, portanto não divide o corpo em blocos. Camilla Belle experimentou três alturas de saia que funcionaram, acertando nas proporções. A jaqueta não corta a silhueta e dá uma alongada. Até de short ou minisaia daria certo. Três bons usos da mesma jaqueta".

"Um jeito clássico: com roupa preta. A saia é mini mas não ficou do mesmo tamanho da jaqueta. A jaqueta é levemente mais comprida, o que encomprida a cintura em vez de marcá-la".

"Veja que o acerto maior é usar com uma coisa mais comprida por baixo, pra não ficar blocado".

"Este é um recurso contrastante: o vestido de poá é leve e feminino e ela jogou uma jaqueta escura por cima para dar um pouco de impacto na roupa - e conseguiu. Dá uma cara mais roqueirinha para um vestidinho feminino e tira a simplicidade fazendo um visual mais marcante".

"Mesma proposta para aquelas que querem quebrar o visual menininha e fazer uma coisa mais impactante".

"O mais convencional: uma jaqueta mais curta porém com calça skinny e a camiseta usada pra fora, um pouco mais comprida. A jaqueta para no quadril, abaixo da cintura. Este é o visual mais rocker, o mais fácil de todos".

"Novamente o jeito mais fácil de usar. Tanto as jaquetas pretas como as coloridas vão bem com a combinação de camiseta mais comprida, skinny e botas".

"É uma jaqueta muito curta e a saia é mídi. Nem Adriana Lima segura essa proporção: como ela tem peito, fica com o corpo curto. Ela ficou sem cintura, porque a jaqueta cobre. O efeito foi de uma perna compridíssima e um tronco curto. Se a jaqueta fosse mais comprida ou a saia na altura do joelho, daria certo".

"A jaqueta também é muito curta e é do tamanho da saia, o que dividiu a silhueta dela em três blocos. Uma saia no joelho daria uma proporção diferente. Opte sempre pelas jaquetas na altura da cintura ou um pouco abaixo. É mais difícil de usar as curtinhas".

Enviar por E-mail

Deixe seu comentário

Enviar por E-mail

Quer aproveitar as peças do verão no inverno? Gloria Kalil ajuda a adaptar saias e shorts na estação mais fria

Faltando poucos dias para o início do inverno (que em 2015 começa em 21 de junho), os dias de calor deixam cada vez mais saudade - principalmente das peças frescas usadas nas altas temperaturas. Algumas são chave e companheiras de toda mulher, então por que não aproveitá-las também no frio?

+ GLORIA KALIL ENSINA COMO USAR AS TRÊS PRINCIPAIS PEÇAS DO INVERNO

Diversas leitoras nos enviam dúvidas de como adaptar aquele shortinho ou saia, hits do verão, no inverno. "Essas peças são chave do verão e não há nenhum motivo para parar de usar no inverno. Veja nossas sugestões que são ótimas pra você esticar a vida do investimento na sua peça favorita", adianta Gloria Kalil:

SHORTS

Seja jeans ou couro, os shorts ganham acompanhantes que são a cara do inverno e formam looks quentinhos. "Como tranformar seu short numa peça de inverno? São milhões de sugestões como botas, com meia calça, meias grossas, paletós, tênis. São opções infinitas e que sempre vão bem", comenta Gloria.

Para aquelas que querem dispensar as meias, é preciso caprichar na parte superior investindo em casacos mais pesados, jaquetas de couro e outro sucesso da vez, as golas rulê. "Combina perfeitamente com produções mais pesadas: mantôs, suéteres e também as peças da vez, maxitricôs e doudoune".

Aproveite para entrar na moda das botas cuissard para esquentar as pernas quando estiver vestindo short. Mas para quem é da turma do esportivo, veja que o tênis também funciona muito bem.

SAIAS

A ideia é a mesma para as saias, que são ainda mais presentes no guarda-roupa do dia a dia e formam produções que passeiam pelo casual e o chic. "As saias do verão - que foram usadas com sandálias com ou sem meia -, todas elas aguentam perfeitamente um look de inverno".

Aqui, propostas mais elegantes com peças superleves misturadas a acompanhantes de peso. "Suéteres grandes, embaixo de mantôs, jaquetas de couro, botas... Todas as saias passam de uma estação para outra na maior tranquilidade".

As mais longas são boas para dias de frio mais intenso. "Saias de todos os comprimentos entram no combo. Os exemplos são ótimos para te ajudar a adaptar o seu guarda-roupa e aproveitar as peças o ano inteiro"

Enviar por E-mail

Deixe seu comentário

Enviar por E-mail

»Notícias Anteriores