Como Usar

Quer acender o look com o neon do verão? Gloria Kalil ensina a usar o tom, nas roupas e nos acessórios

Não é o sol que brilha no verão. Para acender os looks e deixar o visual mais divertido, as peças fluorescentes são opção que ainda tem força para a estação. O verde limão é a cor que mais aparece - com destaque em roupas e acessórios, ganhando ar de impacto nas composições. Gloria Kalil analisa o neon e indica o melhor jeito para usar.

O segredo é investir em uma só peça, para não ficar parecendo um luminoso. "Neon não aguenta, por exemplo, o look total, a menos que seja uma brincadeira. Em geral é uma peça ou dois acessórios, no máximo. Um neon por vez basta, que já te ilumina para onde quer que você vá".

  

Os acompanhantes são os aliados na hora de usar o neon. "É uma roupa que chama atenção, normalmente você mistura com alguma coisa mais neutra para não virar um outdoor ambulante"

Misturar cores e estampas é uma boa pedida. "Acenda o neon e acessore com coisas divertidas e esportivas. Ele sempre vem misturado, de certa forma".

Os acessórios são um bom começo para aderir à ideia. "Nesse verão, oneon tem muitas possibilidades, que vai da renda aos acessórios. Pode ser um óculos, uma bolsa ou o vestido inteiro, mas ele é sempre associado a uma coisa mais divertida e menos formal. É uma coisa chamativa que vai mais para o lado do humor e até da ironia do que uma formalidade".

Enviar por E-mail

Deixe seu comentário

Enviar por E-mail

Neoprene não é mais só coisa de surfista; Gloria Kalil ensina como adotar o material para o verão

Quando se pensa em neoprene, logo vem à cabeça os rapazes sarados surfando em grandes ondas. Mas agora a onda mesmo é levar o material - em versões mais leves - para os looks casuais. Estruturado e reto, o neoprene pode oferecer diversas vantagens e Gloria Kalil analisa qual o melhor jeito para usar o tecido.

O efeito neoprene aparece em malhas que se aproveitam de sua herança no surf. "A moda tirou a imagem apenas esportiva do tecido. Foi dele que saiu essa roupa esticada, armada, mas ao mesmo tempo macia e flexível. Evidentemente é feito com malha, porque neoprene é feito de borracha, pois é uma roupa para a prática de mergulho", explica Gloria.

+ ESPECIALISTAS INDICAM COMO IDENTIFICAR E CUIDAR DO NEOPRENE

O tratamento da malha é que dá a chance de se obter mais movimentos quando se usa. "A roupa de mergulho inspirou a moda para fazer esta característica de como se você estivesse vestindo uma pele de tubarão. Essa é a ideia, ele é liso e escorregadio para fazer você nadar sem atrito, então esta malha muito lisa e ao mesmo tempo armada e flexível veio dessa roupa. Ela mantém essa característica como se fosse uma roupa de neoprene, mas as de moda são feitas de uma malha dupla que dão este efeito".

A malha proporciona um visual cheio de volume, uma das vantagens de seu uso. "A graça é ela ser dura, ser armada e dar esse volume arredondado e esticado que tem o neoprene. Ela se presta para tudo e não esquenta tanto porque é uma malha dupla. Não é fresquinha, mas também não esquenta".

Mas nem sempre o neoprene é fresquinho. "Tudo é usado aberto, folgado ou arejado. Se for aplicar em tops mais pesados, quando tem manga ou é mais fechado, é lógico que abafa e não deixa a pele respirar. Ele se mistura bem com outros materiais; com malha, tecido, com couro, com o que for. Combina com qualquer coisa, como se fosse um tecido comum".

Entre as celebridades o uso também se popularizou e elas provam que o neoprene é o melhor amigo para não amassar. "Vantagens: está sempre armado, bonitinho e não amassa de jeito nenhum. Você levanta e ele está armadinho do mesmo jeito".

Enviar por E-mail

Deixe seu comentário

Enviar por E-mail

Companheiras clássicas do verão, as espadrilhas são boa opção para os looks esportivos; Gloria Kalil indica como usar

Quando o verão se aproxima, tudo que queremos é conforto. Os pés são a primeira parte do corpo que merecem descanso e uma das opções mais clássicas da estação são as espadrilhas. Com solado de corda e estrutura de tecido, o calçado nunca sai de cena - mas ganhou fôlego extra com os modelos da Chanel, lançados no último verão europeu.

De grife ou não, é bom lembrar que não é em qualquer lugar que as espadrilhas entram. Gloria Kalil comenta o melhor jeito de aderir ao calçado.

  

As espadrilhas ficam restritas aos momentos de passeio. "Primeira coisa: é uma peça esportiva, é uma coisa para se usar com short, com jeans, durante o dia. Mesmo que seja de grife, não é um item formal. Não é para jantares nem para festas", aconselha Gloria.

A variedade de modelos hoje em dia proporciona mais segurança na hora de usar. "As autênticas eram só com o solado de corda, mas agora estão colocando uma borracha na sola porque era impossível usar em dia de chuva. É o calçado mais esportivo de todos, é o mesmo uso de uma rasteirinha ou sandálias de dedo"

Alessandra Ambrósio é uma das mais adeptas às espadrilhas e mostra quais os melhores acompanhantes. "É para usar com shorts, com jeans, com vestidinho esportivo, camisetas. Elas não são tão frescas quanto uma rasteirinha, mas é a segunda opção mais fresca que tem. É uma coisa ligada ao verão, ao esportivo e a um uso totalmente informal. É uma roupa eminentemente esportiva".
 

Enviar por E-mail

Deixe seu comentário

Enviar por E-mail

Bumbum grande, caído ou pequeno? Veja qual tipo de calcinha do biquíni te favorece mais

Já demos os passos para você acertar na hora de escolher o top do biquíni. Agora, para deixar seu look praia em dia e você se sentir ainda mais confiante, conversamos com Paula Hermanny, estilista da marca de beachwear Vix.

+ APRENDA A CUIDAR DIREITO DOS SEUS BIQUÍNIS E MANTENHA-OS POR VÁRIOS VERÕES

BUMBUM GRANDE


A atriz Débora Nascimento

Prefira calcinhas com as laterais largas ou com pala (tecido onde fica o elástico da calcinha), pois elas disfarçam o volume e equilibram a silhueta. Se o bumbum é bem grande para trás, recomenda-se calças mais altas. Neste caso, a pala também se torna uma aliada. Opte por estampas texturadas e regulares.


Kim Kardashian deixam seu bumbum ainda maior com o franzidinho e estampa horizontal

Evite: calcinhas com as laterais finas, com o franzido na parte de trás ou muito pequeninas, pois esses fatores irão potencializar o tamanho do bumbum. Volumes como babados ou franjas também não são recomendados. Listras horizontais não são indicadas, assim como as estampas com figuras grandes.

+ VEJA AS NOVIDADES DA MODA PRAIA BRASILEIRA PARA O VERÃO 2015

BUMBUM PEQUENO


Modelos menores, com detalhes ou franzido nas costas dão o efeito de aumentar e levantar o bumbum. Aproveite que você pode usar qualquer estampa, sem restrição.


Nicole Richie não favorece o pouco volume com calcinhas grandes, sem detalhes e lisas

Evite: biquínis de pala e calcinhas com laterais muito largas.

+ GLORIA ENSINA COMO ESCOLHER O BIQUÍNI DE ACORDO COM O QUE VOCÊ QUER VALORIZAR NO CORPO

BUMBUM CAÍDO


Fiorella Mattheis e Thaila Ayala com a calcinha franzida, grande aliada dos bumbuns pequenos ou caídos

As calcinhas cavadas produzam um efeito de levantar tudo. Outro truque é o franzidinho no meio, que dá a sensação de bumbum mais empinado.

Evite: calcinhas muito grandes e volumosas, que evidenciam o bumbum caído.

+ SEIOS: VEJA QUAIS OS MODELOS DE BIQUÍNI QUE FUNCIONAM MELHOR PARA MANTER O CONFORTO NA PRAIA
 

Enviar por E-mail

Deixe seu comentário

Enviar por E-mail

Gloria Kalil ensina como usar e combinar o vermelho sem acabar parecendo o Papai Noel

Com a chegada das festas de fim de ano, o vermelho ganha ainda mais espaço na rotina. Para todo lugar que olhamos, algo prende nossa atenção com a cor mais sedutora de todas. Mas será que é facil combinar o tom no look?

Para resolver a dúvida, Gloria Kalil indica quais os melhores acompanhantes para usar o tom que é a cara do Natal - mas sem parecer uma versão slim do Papai Noel.

Algumas escolhas são certeiras. "Preste atenção nos acessórios usados nas fotos que são, de fato os melhores; vermelho combina muito bem com vermelho, com preto, com onça, com nude e metalizados".

Do mais arrumado ao bem casual, as famosas provam que estes tons são os mais seguros. "Vá nesses que não tem erro, seja para o Natal ou não. O preto, nude e onça são o que mais favorecem o vermelho.

 

Para quem quiser destacar ainda mais a produção, algumas cores fortes também funcionam bem. "Se você for mais criativa e ousada, pode misturar uma peça vermelha com outra verde - que é a combinação mais natalina-, turquesa e pink também ficam bonitos, pois dão um contraste".

E para quem gosta mesmo da cor, até os sapatos formam combinações harmônicas e de impacto. "Vai muito bem - e note que sapato e bolsa não precisam ser iguais, olha como o efeito ficou bom com a onça. 

Na moda festa ele também é bem representado e Amy Adams, Anne Hathaway e Lupita Nyong'o dão seus exemplos; decotado, com top cropped e capa.
 

Enviar por E-mail

Deixe seu comentário

Enviar por E-mail

Especial para as novinhas, a saia skater entra no hall de peças favoritas do verão e Gloria Kalil comenta como usar

Curta e rodada, a saia skater caiu no gosto das meninas em 2014 - e pode ser peça-chave deste verão. Trazendo a herança das saias godê, a skater tem pegada esportiva e é apegada de celebridades e blogueiras. "A skater é uma versão curta da saia rodada ou godê, que é um clássico", explica Gloria Kalil.

Mas nem todo mundo fica bem usando a modelagem e pensando nisso, Gloria indica o sim e não na hora de aderir à skater.

O esportivo é o que marca as peças, que trazem como referência distante o icônico new look da Dior. "A saia skater, como o nome já diz, é uma saia ligada ao skate. Seu uso auxilia a deixar os movimentos livres. As saias rodadas mais longas são inspiração direta da Dior dos anos 1950. A skater, assim como as de tênis, são como este tipo de saia, mas curtinha", comenta Gloria.

O comprimento e movimento deixa claro que o uso é indicado para as mais moças. "É uma saia muito curta, que evidentemente fica bem nas jovens. Não é uma peça para ir a um casamentos ou eventos formais, é uma saia para balada".

Os saltos são as escolhas mais frequentes, que ajudam a dar um up no visual. "O salto alto e fino chama mais a atenção. É mais chamativo usar uma saia curta com salto alto. E dependendo da altura, ela vai da balada ao esportivo".

Os sapatos baixos também são bem-vindos e o restante dos acompanhantes seguem sempre a mesma linha. "Os mais baixos dão uma acalmada, mas isto vai do gosto pessoal de cada uma. Notamos que o top, normalmente, é curtinho ou por dentro da saia - que faz que com a saia não suma no look".

A inspiração para a skater vem do look favorito das blogueiras: as saias godê. "A skater é uma sainha rodada, godê, só que bem curtinha porque a ideia é ter os movimentos livres. As compridas, que as blogueiras estão usando bastante, existem desde os anos 1950 e skaters seguem este tipo, a diferença fica no comprimento".
 

Enviar por E-mail

Deixe seu comentário

Enviar por E-mail

»Notícias Anteriores