Como Usar

Apesar de duvidosa, saia mullet é sucesso neste inverno e promete ser hit no verão; Gloria Kalil ensina a usar

Uma volta pelas ruas, sites de streetstyle e red carpets é suficiente para notar uma peça de sucesso entre fashionista: a saia ou vestido mullet. De comprimentos diferentes de bainha, longas dos lados e curtas na frente e atrás ou curtas na frente e despencadas na parte de trás, a peça chamou a atenção de Gloria Kalil durante a temporada carioca e também ao longo de sua última viagem à Europa.

“No inverno elas já estavam nas vitrines e a rua já as adotou”, diz Gloria. “Foram assim batizadas porque este era o nome de um corte de cabelo dos anos 1980, adotado por Chitãozinho e Xororó: topete curtinho e arrepiado na frente e fios mais longos descendo pela nuca”.

. ENQUETE: VOCÊ GOSTA OU NÃO DA SAIA MULLET?

Sucesso dos anos 1990, década em que Guns'n'Roses colocou em cena clipe com Stephanie Seymour de vestido de noiva com a tal modelagem, o corte mullet ganhou destaque em importantes coleções internacionais e nacionais, com interpretações de Alexander McQueen e Stella McCartney, só para citar algumas.

“Não é moda, mas um modismo, que saiu dos vestidos de festa - onde ficam bem - para chegar às ruas em uma proporção esquisita e sem graça que ressalta justamente os joelhos, uma das piores partes do corpo”, ressalta Gloria.  

Bonita ou não, caiu no gosto e no guarda-roupa das mulheres e deve continuar nas ruas nos próximos meses. Quer adotar? Prefira as opções mais sutis, como as desfiladas pela 2nd Floor, Tuffi Duek e Colcci no SPFW. Nos pés, rasteirinhas e anabelas combinam bem com o verão.

Enviar por E-mail

Notícias Relacionadas

Deixe seu comentário

Enviar por E-mail