Como Usar

Gloria Kalil ensina as diferenças entre tie e dip dye e indica como usar o efeito tingido, promessa para o verão

Prepare-se para trazer de volta a onda das peças manchadas artesanalmente para os looks de verão. O degradê de formas e desenhos quase hippies, feitos através dos processos tie e dip dye, estão entre as promessas das modinhas que prometem ganhar as ruas na estação mais quente do ano.

Tanto no jeans como nos tecidos mais leves, como algodão e malha, os tingimentos artesanais chegam com força e Gloria Kalil ensina a diferença entre os processos e como usar.

TIE DYE

"O tie dye, como o próprio nome já diz, é quando você amarra uma peça com barbante e mergulha em um balde de tinta. Ao soltar a amarração, os pontos que estavam enrolados com o barbante formam essas estrelas espelhadas que podem ser coloridas, ou jeans", explica.

O jeans é o tecido mais em alta neste verão, na hora de customizar com o tie dye, marcando a informalidade da ideia. "É super informal, é igual a qualquer outra lavagem ousada de jeans: você sabe onde pode e não usar".

Nos tecidos soltinhos o resultado fica ainda mais vivo. "É para montar um visual divertido e colorido, totalmente casual".

DIP DYE

"O dip é quando você mergulha apenas um pedaço da peça na tinta por um tempo e, quando é retirada, forma-se um degradê que sobe os fios através de capilaridade".

É possível fazer boas combinações com a ideia, que é tão simples de fazer quando o tie. "O que está na moda são esses processos artesanais de tingimento, que até pode ser feito em casa a maior facilidade".

Enviar por E-mail

Notícias Relacionadas

Deixe seu comentário

Enviar por E-mail