Como Usar

PEPLUM: antes visto como perigoso, detalhe pode disfarçar a silhueta! Veja como usar e quais são as versões brasileiras

Já faz algumas temporadas que um certo volume vem chamando a atenção nas roupas, tanto na barra de tops como na cinturra das saias (portanto, principalmente na barriga ou no quadril). Pois este volume tem nome, peplum, e pode vir como babados ou mesmo plano.

Para quem já tem bastante barriguinha, bumbum ou culote, o estilista Alber Elbaz (um dos responsáveis pelo retorno do detalhe, nas coleções da Lanvin) disse em entrevista ao site Fashionista que acredita que o recurso não aumenta o volume e, pelo contrário, serve justamente para disfarçar. “Sempre vi que a maioria das mulheres olhavam-se no espelho e cobriam suas barrigas. Então criei o peplum para que elas pudessem comer sem medo. Com ele, você pode comer a sobremesa ou até outro sanduíche”, brinca.

Brincadeiras à parte, a verdade é que, assim como tudo que dá volume à silhueta, deve-se prestar atenção nas proporções e equilibra-las. Perceba na galeria de imagens acima, que o peplum sempre aparece ou na barra de blusas mais justas ou na cintura de saias mais afuniladas, como a lápis. Então evite mangas bufantes, muitos detalhes no dorso e peças largas que dão a impressão de um manequim maior do que é. Outro segredo são looks monocromáticos, ou em que o peplum tenha a mesma cor da peça superior ou inferior, para não ter muitos cortes horizontais.

No red carpet a proposta é um sucesso, e nas últimas coleções de inverno alguns estilistas brasileiros apostaram; como você pode ver na galeria de imagens acima.

Enviar por E-mail

Notícias Relacionadas

Deixe seu comentário

Enviar por E-mail