Les Chics

Aplausos, por favor!

Uma semana antes de começar o SPFW, a Folha publicou o texto do NY Times "Quer aplaudir um show da Broadway? Por favor, continue sentado", em que Ben Brantley defende "de modo oficial e urgente, o retorno da ovação sentada". Para ele, "todos os espetáculos da Broadway hoje em dia terminam com as pessoas erguendo-se de um salto e batendo as nadadeiras como focas cativas cujo tratador chegou com um balde de peixes. Isso é verdade mesmo em shows malfadados." O autor diz que este é um hábito de turistas, muito mais do que um habitué em peças de teatro, e, para estes novos membros da plateia, levantar-se para aplaudir tornou-se parte da experiência oficial da Broadway.

Pode-se fazer um paralelo com as salas de desfiles. O público aumentou bastante, a oferta de desfiles a serem aplaudidos também. E é bem verdade que às vezes aplaude-se o nada com muito barulho. Porém, não vemos popularização como um risco à essência - nem do teatro, nem da moda. Quando é um amigo que desfila, então, dá vontade mesmo de fazer como o Matheus Mazzafera faz toda vez que Alessandra Ambrósio entra na passarela, com muitos "urrus" e "linda!". Claro que, vendo todos os desfiles, de todas as temporadas brasileiras e algumas internacionais (sem contar que é tudo vezes três este ano), não é toda vez que dá vontade de jogar rosas para os estilistas. Mas aplaudam, aplaudam bastante que é desta bagunça que se faz um evento deste tamanho.

Enviar por E-mail

Notícias Relacionadas

Deixe seu comentário

Enviar por E-mail