Minas Trend

As tendências do Minas Trend para o inverno 2017

As coleções mostradas no Minas Trend foram de inverno, mas é claro que as tendências que vimos serão imediatamente adotadas.  Ninguém mais espera 6 meses para usar algumas propostas diferentinhas de moda.

A maioria delas se resolve com uma boa fuçada no armário e um bom stylism. Por exemplo: quem não tem em alguma gaveta uma peça azul clara e uma rosa bebê? Pois é só usá-las juntas que você vai estar com a combinação de cores mais usada nas coleções do próximo inverno. Outro exemplo: sabe aquele chemise do verão passado? Ponha uma faixa larga nos quadris, dê um grande nó na frente e saia por aí com sua roupa renovadíssima, com cara de nova.

Aqui uma listinha das novidades da moda:

1. Bombers de todos os tecidos, cores e comprimentos que tiverem. Especialmente os que vêm com punhos listrados roubados dos agasalhos esportivos.


Victor Dzenk, Ellus

2. Chemise longa com faixa amarrada no quadril. A faixa tem que ser da mesma cor da roupa.


Victor Dzenk, Plural

3. Use um corpete em cima de uma camisa, de uma camiseta, de um vestido. Truque de styling super atual.

4. Faixas e tiras presas em jaquetas, saias e vestidos. Arrume umas fitas pretas e pendure nos passantes das saias e calças e terá um toque novo no seu look.


Natalia Pessoa, Modem

5. Rosa pálido combinado a azul clarinho para voce sair de princesinha da Disney.


Victor Dzenk

6. Todas as estampas gráficas



Natalia Pessoa, Lucas Magalhães, Ellus, 2nd Floor e Victor Dzenk

7. Nos acessórios, o brilho (logo, logo, enjoativo) do prata espelho.

8. Use seus vestidos sem mangas com malhas de mangas longas ou curtas embaixo. Fica com cara de “jumper”.



Plural, Modem, Lucas Magalhães

9. A grande maioria das saias tem o comprimento mídi; o xadrez aparece bastante e as sobreposições imperam, especialmente a de saia longa com túnica também longa. 



Doiselles, Lucas Magalhães, Natalia Pessoa, Plural

 

Gloria Kalil

Enviar por E-mail

Deixe seu comentário

Enviar por E-mail

BH direto: veja um preview do que vai passar pela 19ª edição do Minas Trend, que acontece entre 4 e 7 de outubro

O modernismo da Pampulha e o barroco do século 18 são o assunto da 19ª edição do Minas Trend, que começa na terça-feira (04.10) e, por quatro dias, exibe a moda do inverno 2017 na feira mais importante do segmento no país. Aqui se cria é o lema da vez, exaltando a vontade mineira de invenção e produção manual.

A feira,  promovido pela FIEMG (Federação das Indústrias do Estado de Minas Gerais) reúne números fortes. São mais de 200 expositores, entre acessórios de couro, bijuterias e vestuário, representando não só a indústria mineira mas também com representatividade de marcas do país inteiro. 49 marcas participam pela primeira vez do evento, como a Amapô (de São Paulo), A.Teen do Rio de Janeiro e a local Molett - vencedora do concurso Ready To Go, dedicado a revelar novos talentos, que chega nesta temporada à nona edição.

O calendário de desfiles também tem novidades. Victor Dzenk volta a se apresentar, assim como a dobradinha Ellus e 2nd Floor. Modem e Doiselles estreiam por aqui enquanto Natalia Pessoa assume a história da Faven agora sob seu nome próprio. Veja um pouco do que vai rolar nos próximos dias:



Victor Dzenk volta à passarela mineira falando do folk peruano - através de inspiração na artista plástica Ana Teresa Barboza. Espere vestidos de festa esvoaçantes entre tricôs e jaquetas bomber.

  

Os estreantes da vez são a Modem, de São Paulo, e a mineira Doisélles. A dupla paulistana faz seu primeiro desfile mostrando mais da alfaiataria minimalista e arquitetônica, com inspiração nos conceitos do expressionismo abstrato - que vão parar nas estampas à la Pollock, por exemplo. A Doisélles de Raquell Guimarães ficou conhecida por construir trabalhos de tricô e crochê com mão de obra responsável de internos de presídios em Minas Gerais. Aqui essa ideia continua forte, mas a marca se aventura em malharias para construir looks completos em desfile.



O grupo Ellus participa da feira com coleção comercial, já de olho no movimento "see now buy now", desfilando coleções de alto-verão. A marca mãe apresenta desdobramento do desfile de verão, misturando ícones do Havaí com referências militares, enquanto a mais jovem 2nd Floor de Thiago Marcon olha para Palm Springs, na Califórnia.



Do grupo mineiro já de casa vem Natália Pessoa, que continua a trajetória da Faven com seu nome próprio, misturando os tricôs característicos com inspirações em antigos Carnavais.

Enviar por E-mail

Deixe seu comentário

Enviar por E-mail

Desfiles de inverno 2017 do Minas Trend reúnem marcas mineiras e novos nomes de São Paulo e Rio de Janeiro

A 19º do Minas Trend começa em menos de um mês, no dia 4 de outubro, e acaba de ganhar seu calendário de desfiles - que acontecem em paralelo à grande feira de negócios que movimenta Belo Horizonte.

O evento ganha a estreia de passarela da Modem, neomarca de estilistas mineiros radicados em São Paulo que vem ganhando força com moda minimalista e elegante. Ellus e Second Floor também vão da capital paulista para BH, voltando a se apresentar no evento com coleção comercial, enquanto Victor Dzenk novamente se apresenta na sua terra natal.

Completam o line-up algumas marcas clássicas do evento - Lugas Magalhães, Plural e Natália Pessoa, estilista da Faven que passa a assinar com seu nome - além da Doiselles, carioca focada em tricô artesanal.

Veja o calendário:

05.10, quarta-feira
11h - Plural e Second Floor
15h - Natália Pessoa
17h - Victor Dzenk

06.10, quinta-feira
11h - Lucas Magalhães
15h - Modem e Doiselles
17h - Ellus

Enviar por E-mail

Deixe seu comentário

Enviar por E-mail

Verão 2017 em detalhes: e-book Minas Trend by Chic detalha todas as tendências que chegam em breve às lojas

Com as liquidações de inverno já nas vitrines, o varejo prepara os últimos retoques para a entrada das coleções de verão - a mais longa e importante do ano.

Em tempos de turbulência política e econômica no país, marcas e lojistas devem prestar atenção às tendências e aliá-las a um bom treinamento e desenho de loja para tomar proveito do segundo semestre, que costuma ser melhor comercialmente do que o primeiro.

Para essa preparação, veja detalhes no e-book produzido pelo Chic em parceria com o Minas Trend e suas 220 marcas de vestuário, bijus e acessórios: todas as novidades da estação, detalhes sobre o que deve pegar nas araras e um guia para um visual merchandising mais que eficiente em colaboração com Camila Salek e a equipe Vimer.

FAÇA AQUI O DOWNLOAD DO ARQUIVO COM O BOOK DE TENDÊNCIAS DO VERÃO 2017
(clique com o botão da direita, depois em "salvar como...")

Enviar por E-mail

Deixe seu comentário

Enviar por E-mail

Minas Trend divulga datas para o inverno 2017

Já de olho na movimentação da próxima temporada, a FIEMG anunciou as datas do Minas Trend de inverno 2017. A feira acontece em Belo Horizonte, no ExpoMinas, entre 4 e 7 de outubro de 2016.

+ RELEMBRE OS DESFILES DO MINAS TREND . VERÃO 2016

Enviar por E-mail

Deixe seu comentário

Enviar por E-mail

Alerta a todos os estilistas que trabalham com roupas de festa

Alô, Chics!

A confecção mineira é conhecida e louvada pela sua mão de obra caprichada, tanto nas costuras como nos bordados, o que dá a ela uma imagem imbatível no quesito moda festa. Mas se as roupas são bem feitas e os bordados cada vez mais elaborados, o mesmo não se pode dizer da criatividade.

Rodando os corredores do Minas Trend e conversando pessoalmente com os lojistas de todo o Brasil que ali vão comprar sua moda para eventos festivos, ouvi queixas repetidas que podem ser resumidas em poucas palavras: “nossos clientes não aguentam mais rendas, nem tule bordado”.

De fato. Nem sei há quantas estações as confecções especializadas neste tipo de moda estão oferecendo os mesmos modelões sem se dar conta de que o segmento está avido de novidades, especialmente agora que o assunto festa anda oferecendo, a quem tiver os olhos atentos, tantas novas oportunidades.

Quais são elas? País em crise ou não, nuca se viu tanta formatura, tanto casamento, tanto tapete vermelho. Porque não segmentar uma coleção em blocos de moda diversificados para atender a essas novas demandas?

Só para dar um exemplo, eu, se tivesse uma confecção dessas, lançaria uma coleção chamada “Casamentos”, dividida em blocos temáticos com roupas para madrinhas, irmãs de noivas e convidadas em geral:

a. Casamento na praia – com vestidos longos e leves, lisos ou estampados
b. Casamento no campo – com vestidos mídi e floridos com sugestão de chapéus
c. Casamento no cartório – curtos com sugestões de minibuquês
d. Casamento no final da tarde – modelões mais tradicionais de longos com brilhos e uma linda cartela de cores pastel.

Seria uma maneira de variar as ofertas, dar um tratamento de moda diferente para cada uma destas situações e de inovar no marketing da marca.

O esforço obrigaria os estilistas a ampliar a oferta de produtos usando cores, tecidos e formas diferenciados e assim atiçar novamente a clientela que anda, com razão, desestimulada e arisca.

Gloria Kalil

Enviar por E-mail

Deixe seu comentário

Enviar por E-mail

»Notícias Anteriores