Moda

André Lima . verão 2013

Como foi o inverno 2012: Misturando Frida Kahlo e Madame Buterfly, fugiu dos bordados e organzas para uma moda festa mais pessoal, com brocados e lamês, blusas cheias de babados e saias rodadas.

O verão 2013: Parece que foi sintonizado com a mudança de horário do desfile... Costumeiramente o estilista que fecha o SPFW com o último desfile do último dia, André Lima mostrou no início da tarde de um sábado de sol uma coleção diurna, acesa, muito mais fácil do que as elaboradas arquiteturas com que se firmou um dos nomes mais fortes da moda festa no Brasil. Com menos tecido (mas não menos riqueza), ele encurtou os vestidos, aproximou-os do corpo, suavizou os babados e as pontas.

A alfaiataria tem destaque neste vocabulário maximalista de André Lima. Veio com força nos terninhos, confirmando o recurso da calça como agente renovador deste segmento, em especial quando usados com um bustiê por baixo, ventilando o look de noite e de eventos formais. Deu certo também o tubinho de chevron, num exercício de simplicidade e busca pelo essencial.

Os blazers recortados têm movimento, as calças de cintura alta imprimem o poder desta mulher que veste sua marca e a estamparia sempre dá energia a suas criações. Lindos os cintos de elefantes e os brincos de leque que finalizavam os looks. Mostrou ser um estilista que sabe o que quer, mesmo quando precisa seguir a maré.