Moda

O Sul tem a Colcci, o Nordeste tem a Handara: conheça a marca de jeanswear que é sucesso na região

Você pode não conhecer a Handara, marca de jeanswear importante em Fortaleza, mas deveria. O motivo é simples: 200 mil peças vendidas por mês (ou seja, cerca de 6,6 mil por dia!) em quase 50 pontos de venda pelo Brasil. “Estamos abrindo também uma loja em Lisboa, no shopping Colombo”, conta o proprietário Lúcio Albuquerque.

O segredo do sucesso está na modelagem. “Fazemos um jeans específico para a mulher nordestina, que tem mais quadril e pouca cintura. É a modelagem ‘gostosona’”, revela Lúcio, que, na tentativa de aumentar a penetração nas outras regiões brasileiras, sobretudo a Sudeste, está disposto a produzir jeans na medida para o público de cada lugar. “Vamos testar os produtos em Portugal e, se necessário, modificar as modelagens para que as peças fiquem ao gosto das portuguesas”, explica.

Mas isso não significa que o apelo de moda não esteja presente na marca. No desfile, que aconteceu no primeiro dia do Dragão Fashion e contou com a presença de Isabella Fiorentino na passarela, lá estavam as jeggings, por exemplo. No entanto, a Handara trabalha com os dois pés no chão: a legging feita de jeans precisa vender para continuar sendo produzida. “Não adianta, as mulheres gostam mesmo é da calça skinny. O modelo boyfriend pegou, mas só nos shorts”, conta Lúcio.  

Para o verão 2011, a grande novidade será o jeans com o ponto de luz, uma lavagem específica que clareia (muito) certos pontos da calça (perto dos bolsos e nos joelhos). Não confunda com o jeans manchado ou estonado. “Não é fácil conseguir esse efeito localizado. Geralmente, ele avança pela coxa até os joelhos. É algo novo que estamos apostando”, confessa Gisleine Sousa, uma das estilistas da marca. A ideia será lançada. Resta saber se o mercado vai garantir sua presença na coleção seguinte, ou se a novidade vai morrer na arara.

Enviar por E-mail

Notícias Relacionadas

Deixe seu comentário

Enviar por E-mail