Moda

Samuel Cirnansck . inverno 2011

. Como foi o verão 2011: o estilista Samuel Cirnansck mudou drasticamente da assinatura romântica de seus vestidos de festa para um desfile de curtos, vibrantes e desenhados com motivos de Halloween de desenho animado. Menos cenográficos eram o vermelho de ombros pontudos e o ombré.

. Inverno 2011: depois que Samuel Cirnansck fez um vestido-mesa no inverno 2010, parece que ele perdeu de vez o pudor de mergulhar fundo no tema escolhido para as coleções. Para o inverno, buscou no trabalho dos artistas Mark Ryden e Patrick Dougherty, referências para criar peças dramáticas - tal qual o vestido-móvel. Foi quase literal a interpretação das esculturas de Patrick, que contorce galhos para construir suas obras, na passarela. O resultado: vestidos-árvore e, consequentemente, mulheres-árvores!

É uma coleção desconfortável - assim como a situação proposta na primeira linha do release divulgado à imprensa: "imagine uma mulher urbana, perdida na floresta numa noite fria". No imaginário de Samuel, essa mulher, diante dessa situação desesperadora, seguiu dois caminhos distintos. Ou se misturou intensamente nesse ambiente e virou uma mistura de galhos e mulher, esquecendo-se que é "urbana", ou se abrigou do frio em trench coats de couro e lã. O ruído está aí nesse contraste: ora conceitual demais, ora prêt-à-porter sem novas propostas.

Nessa passarela dissonante, salvam-se os casacos 7/8, o shorts de couro usado com uma blusa de cetim de seda e a bota peep toe com cadarço. 


Pontos de venda no Brasil: 5
Lojas Próprias: 1
Franquias: não tem
Multimarcas:  4
No exterior: não exporta
Site: www.samuelcirnansck.com.br
Fonte: assessoria de imprensa da marca

Enviar por E-mail

Notícias Relacionadas

Deixe seu comentário

Enviar por E-mail