Moda

Teste Chic: clogs. Confira os prós e contras do tamanco da temporada

Tudo começou com o revival dos clogs no desfile de verão 2010 da Chanel, em outubro de 2009. Mesmo com a reprovação de alguns fashionistas, afinal, os tamancos holandeses não são esteticamente maravilhosos (ou pelo menos não eram!), viraram objeto-desejo da temporada e ganharam versões de diferentes marcas (no Brasil, nove em cada dez coleções de verão 2011 das marcas calçadistas fizeram as suas - e bem mais baratas que as opções gringas!).

Com tanta oferta, você pode pensar que está mais do que na hora de adquirir o hit da estação, certo? Mais ou menos. Primeiro, avalie os prós e contras dos clogs, que foram testados no último fim de semana pela reportagem do Chic. Continue lendo...

“Antes de comprar, ande com um deles para você ver como é difícil!”, aconselhou Maíra Goldschmidt, editora deste site, referindo-se aos modelos que foram febre nos anos 1990 e que derrubavam muitas mulheres. Segui o conselho e, para o bem de quem quer/vai comprar tamancos, testei-os durante um dia no Shopping Iguatemi, em São Paulo.

Escolhi um modelo tecnicamente difícil para usar: 14 cm de salto de madeira + meia-pata (Schutz, R$ 300). Pior: apostei no look com meia-calça, como fez a apresentadora de TV Alexa Chung. Porém, a combinação não é aconselhada, já que os pés ficam escorregadios, o que aumenta a dificuldade na hora de andar. Mas os termômetros marcavam cerca de 13°C, não teria como sair sem meias! Detalhe: na hora de se vestir, lembre-se  de que a peça é imponente, chama a atenção - cuidado com excessos no visual.

Confesso que os primeiros instantes em cima dos clogs causaram estranheza: senti meus pés soltos e precisei colocar pressão nas pontas dos dedos para que não saíssem do calçado. Mas, bastou alguns minutos para me acostumar com o modelo e, daí em diante, foi mais fácil do que eu esperava. Nenhuma derrapagem contabilizada nas primeiras horas, muito menos desconforto nas pernas e pés - depois me disseram que os clogs atuais ganharam forma nova e contam com uma inclinação no salto que o torna mais anatômico.

Ponto positivo também para o modelo em si. Em vez de olhares estranhando a novidade, ouvi elogios de duas senhoras e uma menina que estava no shopping até me perguntou onde eu havia comprado os clogs. 

Mas, como nem tudo é perfeito... Ao descer uma das rampas do local, entendi a principal dificuldade dos tamancos: o recorte frontal da meia-pata reduz a área de apoio do calçado, tornando-o instável em superfícies inclinadas. Precisei me segurar no corrimão para não desequilibrar.

Conclusão: se quiser aderir à moda dos clogs, aproveite as ofertas disponíveis e abuse dos tamancos no verão, sem se preocupar com desconforto (eles têm o mesmo grau de dificuldade que qualquer sandália da mesma altura). Entretanto, fuja das descidas!

Enviar por E-mail

Notícias Relacionadas

Deixe seu comentário

Enviar por E-mail