Viajante Chic

Gloria Kalil explica o passo a passo da mala de viagem perfeita - e como chegar com tudo organizado ao destino final

Acomodar tudo que você precisa dentro da mala é mais fácil do que parece. Com uma boa organização, dá para ganhar mais espaço na bagagem e, o melhor, chegar com tudo o menos amassado o possível. 

Gloria Kalil, que é expert no assunto e autora do Viajante Chic, mostra o passo a passo do melhor jeito de organizar a mala.

1. PRIMEIRO, A CALÇA



"Coloque a calça esticada e bem encostada no fundo da mala, mas mantenha as pernas para fora.”

2. CAMISA



“Abotoe a camisa, depois coloque-a aberta na mala e só dobre a parte final. Quanto mais para baixo você conseguir dobrar, melhor - assim a camisa não fica com um vinco bem no meio, que vai aparcer quando você vestir.”

3. MALHAS



“Tudo que é de malha pode ir enrolado. Faça isso com camisetas, suéteres e maiôs, que ficam o menos amassado possível desta maneira.”

4. SAPATOS

 

“Coloque os sapatos em saquinhos e acomode-os nos cantos. Depois, coloque saias, vestidos e jaquetas. Na sequência, as lingeries sobre um lenço aberto, dobrando-o depois para deixar tudo mais escondido caso seja parada na alfândega, por exemplo.”

5. NÉCESSAIRE




"Coloque os produtos de beleza e higiene em nécessaires de vários tamanhos. Assim, elas não ficam numa nécessaire grande ocupando espaço enorme na mala".

6. DOBRE A CALÇA E COLOQUE OS ACESSÓRIOS

Hora de fechar a calça dentro da mala, sobre tudo que já foi posto. Acomode por último os acessórios que faltam e deixe os cintos abertos ao redor da mala. "Caso leve pijama, deixe-o por cima de tudo para evitar desmontar a mala inteira quando chegar cansada."

 

Enviar por E-mail

Deixe seu comentário

Enviar por E-mail

12 itens para não esquecer antes de fazer as malas para uma viagem internacional #checklist

Alguns itens merecem atenção especial antes de fazer sua mala e embarcar para outro país. Caso você deixe tudo para a última hora sua viagem pode ser arruinada com facilidade antes mesmo de embarcar.

A melhor fonte na montagem desse checklist é o livro Viajante Chic, de Gloria Kalil, que fala tudo sobre viagens para que você não tenha problema algum. Tomas Perez, presidente da agência Teresa Perez Tours, também deu sua contribuição vailosa. Anote:

1. CLIMA LOCAL
Saber sobre o clima é essencial na hora de montar a mala. Consulte sites que dão a previsão para os dias que você estará no país e tenha uma boa noção sobre possíveis “catástrofes naturais” que possam acontecer – nevascas, época de inundações e cia.

2. CHEQUE A VALIDADE DO PASSAPORTE

Diversos países não permitem a entrada quando faltam menos de seis meses para ele vencer, como os Estados Unidos. Na Europa, 26 países não aceitam o documento com menos de três meses de validade, entre eles estão Alemanha, Áustria, Bélgica, Dinamarca, França, Grécia, Holanda, Portugal, República Checa, Suécia e Suíça.

3. SE FOR DIRIGIR

Para quem planeja alugar um carro no país que vai visitar recomendo que leve a Permissão Internacional para Dirigir (um documento que permite guiar, por exemplo, nos Estados Unidos e deve ser providenciado antes da viagem). "Também é interessante que todos os participantes adultos da viagem tenham o documento, assim podem se revezar ao volante”, completa Tomaz.



4. DOCUMENTOS NA IMIGRAÇÃO
Em viagens internacionais, no setor de imigração, pode haver a necessidade de mostrar outros documentos e informações - como cartão de crédito, passagem de volta ao país de origem, reserva em hotel e seguro viagem internacional. Deixe tudo isso na sua bagagem de mão, em uma pasta.

5. HÁBITOS E IDIOMA LOCAL
Tenha um guia do país que você vai visitar. “Além de saber tudo sobre o lugar e locais para visitar é uma boa alternativa para saber sobre hábitos como a siesta dos europeus, o feriado aos sábados (sabá) em Israel, hábitos alimentares e restrições religiosas e culturais de cada um. Leve também um dicionário do idioma para consultar frases básicas. É uma mão na roda”, ressalta Gloria.

6. CONTATO DA EMBAIXADA E CONSULADO
Tenha a mão o endereço e telefone da embaixada e consulados brasileiros no seu país de destino. Pode ser útil em caso de emergências e problemas com documentos.

7. VACINAS
Muitos países da América do Sul e África exigem o Certificado Internacional de Vacinação contra a Febre Amarela. Esta vacina precisa ser tomada pelo menos 11 dias antes da viagem, portanto é importantíssimo se informar a respeito em tempo hábil.

8. MAPAS E APLICATIVOS
“Providenciar mapas de papel é essencial em qualquer viagem, assim não ficamos dependendo do celular se a bateria acabar. Mapas tradicionais também são ótimas lembranças de viagem, mas nada supera a praticidade de aplicativos de celular, que permitem traçar as rotas e planejar melhor cada trajeto – já baixe um GPS local”, comenta Tomas.

9. HABILITE SEU CELULAR

Quem quiser usar o celular na viagem para fazer ligações deve habilitar a opção com a operadora o serviço de roaming internacional.



10. RESTRIÇÕES DE BAGAGEM

É preciso ficar atento ao transporte de alguns itens na bagagem por terem a entrada proibida ou restrita em outros países. Voos internacionais também proíbem na bagagem de mão: objetos cortantes ou perfurantes, como canivetes, tesouras de unha e etc (estes itens só devem ser levados na bagagem despachada). O transporte de líquidos em voos internacionais deve ser feito em frascos com menos de 100 ml para a bagagem de mão.

11. MEDICAMENTOS

Os medicamentos, por exemplo, podem sofrer fiscalização, por isso é importante não esquecer a prescrição médica e lembrar de levar (preferivelmente na bagagem de mão) os medicamentos necessários para a duração da viagem. 

12. ADAPTADORES

Para recarregar o celular, câmera, notebook ou outros gadgets compre  um adaptador universal, acessório que pode ser usado em todas as tomadas em mais de 150 países. É possível encontrá-lo em lojas online, endereços especializados em aparelhos eletrônicos, ou até mesmo em lojinhas nos aeroportos – mas neste caso eles são consideravelmente mais caros.
 

Enviar por E-mail

Deixe seu comentário

Enviar por E-mail

7 lembretes na hora de pensar em mala

Alô, Chics!

Nem vou falar que hoje em dia qualquer mala, seja ela do tamanho que for, tem que ter rodinhas; quatro de preferência. Aeroportos são lugares sempre muito cheios de gente, as companhias aéreas vivem com problemas de atrasos e você pode ter que ficar agarrado à sua mala por horas antes de conseguir despachá-la. Depois disso, é só torcer para que ela chegue no mesmo voo que o seu.



Aqui algumas coisinhas que sei sobre elas e como arrumá-las bem:

1. Vai viajar de carro ou de ônibus? Mala mole; ela se acomoda melhor com outros volumes. De avião? Mala dura.

2. Identifique sua bagagem com enormes tarjas de cor, fitas e laços ou tags bem visíveis. As malas são todas iguais e você demora em achar a sua.

3. Não use um nécessaire grande: use três menores que vão entrar melhor nos vãos livres e ocupar menos lugar.



4. Dê-se ao trabalho de comprar frasquinhos pequenos de plástico para levar os xampus e os cremes maiores. Voce não vai usar tudo na viagem e vai ficar sem espaço na mala se levar tudo em grandes embalagens.

5. Antes de colocar frascos no nécessaire, enrole cada um deles num saco plástico. Evita desastres de derramamento.

6. Entre camisas ou camisetas, prefira as últimas. Malha sempre amassa menos.

7. Guarde aqueles cabides bem vagabundos que chegam da lavanderia e leve alguns na viagem. Não pesam nada e evita a amolação de ter que ficar pedindo mais cabides em hotéis. Na volta, deixe-os por lá.

Gloria Kalil

Enviar por E-mail

Deixe seu comentário

Enviar por E-mail

VIAJANTE CHIC: mostramos o melhor jeito de levar calças na mala de viagem sem amassar

 Ao contrário das peças de malha, não adianta fazer o rolinho com as calças pois elas vão chegar tão amassadas quanto tivessem viajado dentro de uma garrafa! Siga os passos a seguir para manter as peças inteiras até o destino final.

1. FUNDO DA MALA

Estenda as calças na mala, deixando a parte das pernas de fora (tipo do joelho pra baixo).

 

2. COBERTURA

Estenda por cima as peças que couberem abertas e as que forem em rolinhos.

 

3. VOLTA

Agora, é hora de dobrar de volta as pernas das calças, evitando que fiquem amassadas.

 

4. ENCAIXE

Dependendo do tamanho da mala, dobre o que sobrou da calça em volta de todo o resto, formando uma cinta.

 

5. PRONTO

Quanto mais abertas as roupas melhor, pois amassam menos...

 

 

Enviar por E-mail

Deixe seu comentário

Enviar por E-mail

VIAJANTE CHIC: duas sugestões de como levar uma gravata na mala de viagem sem amassar

 Nem sempre em viagens temos tempo ou recursos de cuidar das roupas como se estivéssemos em casa. Por isso, tentar não amarrotar cada peça de roupa é um exercício que fazemos para não ter que cumprir todos os compromissos com cara de quem dormiu com a roupa.

+APRENDA COMO LEVAR UM BLAZER NA MALA SEM AMASSAR

As gravatas, ao invés de serem enroladas nelas mesmas (como fazemos com camisetas e blusas de malha), podem ser enroladas em outras peças, para evitar a "quebra" que a dobra faz no tecido. Veja um passo-a-passo a seguir.

1. ENROLE

Passe a gravata inteira em torno de numa das peças que você costuma levar enroladinha, como camisetas ou blusas de malha.

2. ENCAIXE

Na mala, ela vai como um dos rolinhos "originais", sem amassar pois está em contato com ela mesma e com a peça de malha, evitando dobras muito acentuadas.

+SAIBA QUAIS SÃO AS PIORES ATITUDES QUE FAZEM DA VIAGEM DE AVIÃO UM DESASTRE....

3. ESTIQUE

Outra opção é usar a própria mala como apoio, esticando ela no fundo antes de por qualquer outra peça dentro.

4. DISTRIBUA

Ponha todas as outras peças que vai levar na viagem sobre a gravata.

5. CUBRA

Passe a gravata por cima das outras peças, encaixando a ponta que sobrar por baixo, como se fosse uma cinta.

Enviar por E-mail

Deixe seu comentário

Enviar por E-mail

4 atitudes que você deve evitar no avião (e os 6 piores exemplos do Instagram Passenger Shaming!)

Não dá nem pra parecer elegante se suas atitudes atrapalham a viagem dos outros. Daí que pra gente é uma tortura ver as fotos do Passenger Shaming, novo Instagram dedicado a fazer bullying com os sem-noção que tem aos montes em qualquer avião, para qualquer destino, vindo de qualquer aeroporto, em qualquer categoria de voo... É uma situação mais constrangedora do que a outra!

+APRENDA COMO LEVAR UM BLAZER NA MALA SEM AMASSAR

Com o livro Viajante Chic, de Gloria Kalil, em mãos, reunimos as 4 dicas mais preciosas para que o seu voo (e o de seu vizinho) não seja um pesadelo.

1. Incontinência verbal é muito chato.
2. Trate sua mochila como um passageiro a mais. Tire-a enquanto arruma suas coisas no corredor da aeronave, para não bater nas pessoas sentadas.
3. Não ligue equipamentos ruidosos e sonoros _especialmente em voos noturnos. 
4. Para tirar os sapatos, os pés precisam estar limpos e cheirosos.

+DUAS SUGESTÕES DE COMO LEVAR A GRAVATA NA MALA SEM AMASSAR

Veja 6 exemplos do pior que pode acontecer em uma viagem, com imagens do Passenger Shaming

CABELOS PARA TRÁS

PÉS PARA FRENTE

PÉS PARA CIMA


ROUPAS PARA BAIXO

AMASSO EM PÚBLICO

"BELICHE"

Enviar por E-mail

Deixe seu comentário

Enviar por E-mail

»Notícias Anteriores