Viajante Chic

Apenas uma bagagem de mão? Aprenda então como dobrar um blazer para levar na mala, sem amassar!

1. ESTIQUE

Sobre uma mesa ou sobre a cama, alise o blazer com a mão.

 

2. DOBRE

Junte as costas e deixe as lapelas soltas, mas alinhadas.

 

3. TORÇA

Passe uma das ombreiras do avesso sobre a outra, de modo que uma fique exatamente sobre a outra. (Veja o vídeo abaixo.)

 

4. FINALIZE

Mais uma dobra ao meio e o blazer está pronto para viajar (sem amassar muito!).

Veja tambem em vídeo:

Enviar por E-mail

Deixe seu comentário

Enviar por E-mail

Conheça dois bairros que fazem de Miami um ponto de referência em design, além de um centro de consumo

Top destino de verão dos passaportes e cartões de créditos brasileiros, Miami mantém em ação o plano se transormar numa referência de design, moda e decoração, muito mais do que o rotineiro centro de compras a preços baixos. Veja a seguir os highlights da cidade.

DESIGN DISTRICT

Antigamente um bairro residencial que passa por uma revitalização comercial há 15 anos, começou a chamar a atenção de turistas de luxo por conta de ateliês e galerias de arte, e depois de grifes internacionais, que começaram a abrir muitas portas por lá. A próxima iniciativa (privada, no caso) é o lançamento de um mini-shopping do Design District, que vai atrair ainda mais lojas para a região. O grupo LVMH está envolvido no projeto, o que deve facilitar o processo todo. Na foto acima, a imagem das obras em agosto de 2014.

 

DESIGN DISTRICT

Outra perspectiva do projeto do shopping, que é prometido para o fim de 2014.

 

MODA MASCULINA

Homens que esperam suas mulheres redecorarem o apartamento nas muitas opções de lojas de móveis que têm no Design District encontram uma boa oferta de moda masculina de luxo, senão para comprar, ao menos para uma boa olhada no que as vitrines do segmento oferecem. Dior Homme e Berluti são dois bons exemplos.

 

MODA MASCULINA

Louboutin tem um grande espaço dedicado exclusivamente aos calçados masculinos na avenida principal do Design District. À dir., vitrine de verão da coleção masculina da Hermès. São esperadas por ali ainda as marcas Tom Ford, Ermenegildo Zegna, Tod's e Giorgio Armani

 

WINWOOD

O shopping e as lojas do Design District, assim como a farta opção de bares e bistrôs, acabaram causando alta nos alugueis e dos serviços da área, o que fez a comunidade artística se mudar de lá para Winwood, outro bairro recente, com alma de Vila Madalena, várias fachadas grafitadas (não pixadas!) e muitos cafés descolados para uma tarde sem compromissos.

 

WINWOOD

O epicentro do bairro é uma galeria a céu aberto, chamada Winwood Walls, em que macroinstalações de artistas do mundo todo estão expostas, como um trabalho da dupla brasileira Osgemeos. Mas uma rápida caminhada desvenda uma série de pequenas centros artísticos, que abrigam tanto produção quando exibição. Já que você vai estar com todo esquema montado para enviar as comprar de volta para o Brasil, que tal arrumar espaço para uma obra de arte?

Enviar por E-mail

Deixe seu comentário

Enviar por E-mail

Antecipando o verão em Trancoso, descubra 10 lugares para visitar na praia mais quente do Sul da Bahia

1. PASSEIO CULTURAL

Construído recentemente mas já um marco da região, o anfiteatro Terravista, projeto do arquiteto belga François Valentiny, conta com palco a céu aberto para apresentações ao ar livre e recebe anualmente em março um festival de música erudita.

2. PRAIA

Rio da Barra, entre o Espelho e Arraial D'Ajuda, com restaurante, bar e pousada e uma bela vista das falésias.

3. CAFÉ DA MANHÃ

Com a ausência da padoca, o Capim Santo, da chef Morena Leite, é o hit dos brunchs pré e pós-praia.

4. PISCINA

A vista da pousada El Gordo é uma das mais estonteantes.

5. BAR DE PRAIA

Uxua Beach Bar, na praia dos Nativos, a menos de 10 minutos a pé do Quadrado. Outra bem recomendada é Tangara.

6. DOMINGUEIRA

Ttradicional programa da região, a Feijoada da Gloria é um ótimo motivo para adiar a viagem de volta para um dos voos matinais da segunda-feira!

7. PIZZA

Maritaca é a pizzaria de Trancoso, com massa fina e vocação para um jantar rápido no fim de tarde.

8. SOBREMESA

O Cantinho Doce, literalmente em um dos cantos do Quadrado, é o destino certo para quem precisa adocar a boca após um dia de sol, sem culpa.

9. LOJA

A multimarcas Mesckla, de Salvador, é a meca da estamparia vibrante que é a cara da Bahia e acaba de abrir um ponto de venda no Quadrado, com peças (estampadas, claro!) de Isolda, Dhuo, Skazi...

10. SOUVENIR MANIA

O pingente da igreja São João Batista é uma das imagens mais marcantes do Quadrado de Trancoso. Cada loja tem a sua versão!

Enviar por E-mail

Deixe seu comentário

Enviar por E-mail

Viajantes nada chics

Alô, Chics! O título da matéria já é de arrepiar: Mais rico, turista chinês incomoda com gafes e falta de higiene no exterior. O texto segue com a descrição das faltas: "eles empurram, ignoram filas e dão escarradas em público".

Embora estejam gastando uma fortuna em suas viagens, estes turistas causam mal estar e uma certa repulsa por onde passam. Consequentemente são tratados com má vontade, quando não são maltratados. Uma das coisas mais importantes que todo viajante deve fazer é se inteirar dos costumes do lugar para onde pretende ir passear para não entrar em choque com a cultura local.

Está na página 21 do meu livro, Viajante Chic: ”Se for viajar para um país que não conhece, antes da viagem, vá a uma boa livraria e compre um guia com mapa para ir se familiarizando com a língua, a moeda, os hábitos, os passeios, os restaurantes, os hotéis de cada uma das cidades que for visitar”.

Esperemos que os milhares de visitantes brasileiros que têm tido a oportunidade de viajar recentemente saibam se comportar melhor e causar uma impressão mais favorável que seus colegas chineses. Um mínimo de preparação ajuda a serem bem recebidos em qualquer lugar do mundo.
 

Gloria Kalil

Enviar por E-mail

Deixe seu comentário

Enviar por E-mail

Marca de acessórios de viagem Tumi lança e-commerce brasileiro com coleção em parceria com estilista Anna Sui

Enviar por E-mail

Deixe seu comentário

Enviar por E-mail

Regras de convivência

Enumerei para a revista Wish Report o que é essencial para uma mulher aceitar um convite para viajar sozinha com casais de amigos. O texto completo você vê a seguir.

Um homem sozinho num bar é um personagem misterioso e romântico. Causa inveja. Uma mulher na mesma situação é uma infeliz solitária. Causa pena. O mundo não é nem um pouco justo ou sequer verdadeiro nesta comparação. Viajar sozinha com amigos casados é outra situação pessimamente avaliada. Por isso requer engenho e arte por parte da dama. Uma mulher sozinha, amiga de uma das componentes do grupo, pode ser uma ameaça ao bom humor dos maridos, que sempre torcem o nariz ao saber que terão como companhia uma criatura que pode representar um peso e uma despesa a mais para eles. Para que essa ameaça não se concretize as mulheres avulsas em questão devem seguir à risca algumas dicas que vão anular essa horrível perspectiva e fazer delas uma companhia leve e muito bem-vinda em todas as outras viagens dos casais amigos. Vamos a elas:

1. Sozinha não significa infeliz ou coitada. Deixe isso claro desde o começo.
2. Não se deixe tratar como “café com leite”, ou seja, você não é uma desamparada que precisa de ajuda e proteção. É uma adulta independente, responsável por suas despesas e dona de seu nariz.
3. Participe de todas as divisões de conta que houver. Não deixe que paguem nem um táxi sem fazer questão de entrar com sua parte.
4. Dê um jeito de ter sempre trocados na carteira para pagar seu cafezinho, um jornal, um souvenir. “Chatérrimo” gente que nunca tem trocado.
5. Nos restaurantes, peça que dividam a conta por pessoa e pague integralmente a sua cota.
6. Se você for abstêmia e sua turma adorar experimentar vinhos caros, combine antes que bebidas serão sempre à parte. Se, porém, tomar um ou outro copo saiba que vai ser difícil ficar de fora do rateio.
7. Faça uma graça com sua turma e convide seus companheiros de viagem para um drink no hotel ou num bar. Pague antes e não admita rateios. Vai pegar superbem.
8. Use malas de rodinhas para não ter que pedir uma força ao marido das outras. Essa dependência não costuma dar certo. Também não conte com eles para carregar pacotes pesados depois de uma tarde de compras.
9. Não chegue atrasada aos encontros no hall do hotel quando um horário foi combinado.
10. Não se sinta obrigada a fazer todos os programas com os amigos só porque eles decidiram o roteiro deles daquele dia. Se quiser ir para o seu lado, vá.

Pequenos detalhes como esses farão com que sua companhia seja super- apreciada e você sempre lembrada para novas viagens.

Gloria Kalil

Enviar por E-mail

Deixe seu comentário

Enviar por E-mail

»Notícias Anteriores